Páginas
TwitterRssFacebook
Categorias

Postado por em jul 24, 2015 em -, INSPIRAÇÕES | 2 comentários

Pontapé inicial: reeducação alimentar!

Pontapé inicial: reeducação alimentar!

Cabeçalho Erwelley

Sempre que alguém se depara com alguma fotografia minha, de antes e depois, faz basicamente as mesmas perguntas: “o que você fez para conseguir eliminar tanto peso? Como foi o início?” Então eu paro, respiro fundo e imediatamente passa um filme pela cabeça. É como um quebra cabeça, um grande quebra cabeça que você espalha as peças, começa a movê-las mas não faz ideia de por onde começar. Assim é a reeducação alimentar: UMA REEDUCAÇÃO! Uma aprendizagem, um novo começo, uma nova maneira de observar e reiniciar hábitos.

Uma vez alguém me disse que não suportava comer verduras, não conseguia ingerir água, que beber água mais de uma vez ao longo do dia é um sacrifício, que ficar sem tomar refrigerante seria uma martírio. Começamos a conversar e aos poucos compartilhamos como era sua alimentação. No fim das contas constatamos que a falta de água, verduras e os excessos com refrigerantes, havia lhe custado um quadro de diabetes acompanhado de uma terrível infecção renal. A conversa se estendeu por algum tempo. Pedi que tomasse cuidado com a má alimentação, que mais tarde isso poderia causar problemas irreversíveis. Falei de alguns dos benefícios que tive ao eliminar o excesso de peso, enfim…

O tempo passou e nos reencontramos, um abraço apertado, e um muito obrigada. “Pelo que?” Perguntei. E ela respondeu: “Você salvou minha vida!”. Sem entender nada pedi que me explicasse o que estava acontecendo. Contou que foi obrigada a reeducar hábitos, mudar completamente a maneira de ver e consumir os alimentos. Já não era um fator de escolhas, sua vida dependia desta mudança. A diabetes estabilizou, a infecção foi sanada e os quilos eliminados foram apenas consequência do primeiro passo que lhe trouxe qualidade de vida.

Não existe fórmula mágica, não é uma tarefa fácil, e muito menos rápida. Não tem segredo algum! Mudança de hábitos é uma escolha que se faz diante de um conjunto de elementos que mudam não apenas o corpo, mas é fundamental que se transforme a mente. Pois diante da chuva de dificuldades que encontramos ao longo do processo, é necessário repensar atitudes, reaprender a escolher e adaptar-se a novos rumos.

Comigo foi exatamente assim: não fui drástica, não eliminei de uma vez por todas todos os alimentos do prato.

Não fui perversa, não me cobrei duramente, nem tampouco fiz da reeducação um castigo. Isso seria uma dieta restritiva!

Após todas as experiências negativas com períodos sacrificantes com DIETAS MAL ELABORADAS E POBRES EM NUTRIENTES, optei por TROCAS INTELIGENTES. Passei a observar os benefícios de cada alimento, eliminar os que nenhum benefício traria (calorias vazias), e fiz destas medidas uma escada, na qual dei um passo de cada vez, sem pressa, sem cobranças, sem fadiga. E diante de uma centena de opções, passei a enxergar a comida e o modo como levo minha vida com outros olhos.

Simples? De forma alguma! Mas é como falei no início: é uma escolha, uma forma de ver, de viver e reaprender a caminhar.
A REEDUCAÇÃO ALIMENTAR mudou a minha vida, revitalizou minha saúde, me ensinou a ser paciente, persistente e cautelosa não apenas na hora de escolher os alimentos que vou ingerir, muito mais que isso: a REEDUCAÇÃO ALIMENTAR ALIADA AOS EXERCÍCIOS FÍSICOS, me ensinou que posso chegar onde quiser, me mostrou que podemos reconstruir atitudes e transformá-las sempre que necessário.

Conte comigo! Beijos,

Érwelley

2 Comentários

  1. Acho essa moça um exemplo a ser seguido. Determinada e motivadora de muitas pessoas que querem ter um corpo bonito e de forma saudável, ela vem dando dicas de uma boa alimentação, mostrando o melhor caminho para o resultado esperado, a boa forma. Sucesso e parabéns pela matéria.

    [Responder]

  2. Acho essa moça um exemplo a ser seguido. Determinada e motivadora de muitas pessoas que querem ter um corpo bonito e de forma saudável, ela vem dando dicas de uma boa alimentação, mostrando o melhor caminho para o resultado esperado, a boa forma. Sucesso e parabéns pela matéria.

    [Responder]

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *