Páginas
TwitterRssFacebook
Categorias

Postado por em jul 3, 2015 em -, PRA SUAR | 1 comentário

Mas afinal, o que é o Pilates?

Mas afinal, o que é o Pilates?

Oi gente bonita!
Mais uma colunista nova do blog! A Bruna Mayer é fisioterapeuta e responsável pela M.A. Pilates! Ela e sua equipe vão dar altas dicas de pilates por aqui! Estou animadíssima porque assumo que não conheço muito! Vou adorar aprender com vocês! Neste primeiro post ela fala sobre o Pilates e seus benefícios. Espero que curtam! Bjs, Fabi

Cabecalho final bruna

“Se você tem um corpo forte e flexível aos 60 anos você é um jovem, se você tem um corpo fraco e encurtado aos 30 anos você é um velho.”

Por ser um atendimento personalizado e quase que individualizado o Pilates vai em busca do objetivo de CADA UM, seja o ADOLESCENTE com alterações de postura e uma vida sedentária, passando pelo ADULTO que deseja se movimentar após um dia sentado no escritório, chegando ao IDOSO que já sente algumas dificuldades nas atividades do dia a dia.

Mas afinal, o que é o Pilates?

Joseph Pilates criou um método de condicionamento físico e consciência corporal ainda na adolescência, quando se viu frente a um corpo fraco após uma infância de doenças. O método da contrologia ganhou o mundo somente após a morte de Joseph e hoje atinge uma população que busca uma qualidade de vida fugindo da rotina e da correria.

Trabalhando fortalecimento muscular, flexibilidade, consciência corporal, equilíbrio, coordenação motora e reeducação postural o PILATES é hoje uma das atividades mais completas que temos à disposição de todos!

O Pilates possui diferentes modalidades:

=> Pilates clássico: exercícios criados pelo próprio Joseph Pilates
=> Pilates contemporâneo: com a utilização de equipamentos
=> Pilates solo: onde o corpo do paciente/aluno é sua própria resistência;
=> Pilates suspenso: com exercícios realizados sobre equipamentos do circo,
entre tantos outros.

Bruna Mayer na academia de Pilates M.A. Pilates

Bruna Mayer na academia de Pilates M.A. Pilates

O Pilates atinge cada dia mais públicos diferentes pois todas as técnicas são válidas desde que trabalhem o princípio desenvolvido pelo Joseph, conhecido como contrologia, que através da admissão de uma proposta chamada power house, promove ao corpo um equilíbrio entre respiração, contração abdominal e estabilização de tronco dando ao Pilates uma característica especial de controle dos movimentos. Sem isso não se faz Pilates. Como já dizia o Joseph: “Não importa o que você faz e sim como você faz”.

Podendo ser ministrado por profissionais da educação física, dança e fisioterapeutas o Pilates e suas diferentes formas de aplicação são utilizados hoje, como preparação física, condicionamento muscular para atletas e como instrumento de reabilitação.

Sempre em busca de um corpo jovem o Pilates se apega à frase dita por Joseph Pilates no tempo do seu studio em Nova York, para atender ao expectativa de públicos de todas as idades, sexo ou posição social.

A experiência com o Pilates pode ir de exercícios no chão até grandes movimentações nas alturas, basta você estar pronto para isso.

Que tal experimentar?!

Até a próxima!

Drª Bruna Mayer

1 Comentário

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *